Iluminismo: Inovação em Consultoria Financeira

Sumário
Compartilhe
19 de agosto de 2020

_

A Consultoria Financeira da 4blue é hoje (2022) cerca de 30% mais barata que há 13 anos (2009)! Como conseguimos isso?

Primeiramente, não estou comparando bananas com maçãs.

Afinal, é a mesma Consultoria Financeira prestada em 2009 e 2022. O resultado é o mesmo, mas criamos algumas inovações que nos permitiram cobrar um preço mais barato que antes.

E não, a inflação não é uma lenda e não somos imunes a ela. O que aconteceu foi outra coisa!

Neste artigo vou explicar como conseguimos prestar um serviço de forma mais barata que há treze anos.

Continua comigo! 

A busca pela inovação!

Que inovar é super importante todo mundo está cansado de saber.

Inovar para agregar valor, inovar para aumentar a escala, inovar para reduzir custos, enfim.

Inovação é um tema que sempre está em alta nas matérias de revistas, jornais, cursos e simpósios da vida.

Google. Cirque du Soleil. Uber. Whatsapp. NuBank. Netflix. ... Todas inovadoras.

Ok.

Mas pouco se diz sobre como inovar.

E muito menos se mostra casos reais de pequenas empresas que inovaram.

Uma coisa é você ter um orçamento de 12 milhões para inovar.

Outra bem diferente é você inovar com meia dúzia de boletos atrasados

Bem, aqui teremos uma breve visão de como nós da 4blue, uma pequena empresa, inovou de verdade e como você pode fazer o mesmo.

(obs.: não tínhamos boletos atrasados, mas também não tínhamos orçamento nenhum)

Breve contextualização:

A 4blue é uma empresa especialista em gestão empresarial para pequenas e médias empresas. Nosso propósito é fazer pequenas empresas se tornarem grandes.

Nós temos vários cursos de gestão financeira e também prestamos consultorias.

Rapidíssima visão sobre Inovação

Antes de prosseguir com o estudo de caso precisamos de um alinhamento sobre inovação.

Se alguém lhe perguntasse: o que é inovação?

O que você responderia?

Existem alguns conceitos que as vezes nos parecem muito claros, mas que na prática não conseguimos explicar direito.

Vamos usar algumas referências de pessoas entendidas das coisas:

“Inovação é identificar novas necessidades.”

Chris Anderson

É, admito que esta frase foi fraquinha..

“Inovação é a criação de novas formas de valor em antecipação à demanda futura.”

Andrew Zolli

Essa já é mais interessante. Você se antecipa a algo que ainda nem aconteceu.

“Inovação é tentar descobrir um jeito de fazer algo melhor do que tudo o que já se fez.”

David Neeleman

‘Do que tudo que já se fez’.

Sem dúvida coloca uma boa responsabilidade nas costas de quem está tentando inovar.

Mas sem dúvida alguma a melhor, da melhor, das melhores de todas as frases do universo, é a seguinte:

“Inovar é mudar de patamar as expectativas do cliente!”

Renan Kaminski

Que fique claro que o fato de a frase ser minha mesmo não influenciou em nada ela ter sido escolhida por mim mesmo como a melhor das melhores...

Em minha percepção, quando você inova, você faz com que o cliente não queira voltar atrás.

Pense no seu telefone celular. Provavelmente é um smartphone, certo? Você se vê trocando-o por aqueles telefones Nokia tijolinho das antigas?

Acho que não né? Justamente porque nosso patamar de expectativas mudou...

 

Para resumir sobre Inovação. Podemos entendê-la como a junção de duas coisas:

Valor para o cliente + Algo diferente

Assim, você criar algo diferente do comum e que agregue muito valor ao seu cliente.

Eventualmente as empresas criam algo novo, mas que na prática não agrega valor nenhum.

Já outras, conseguem agregar valor, mas sem necessariamente criar algo novo, seja um produto, um método, a forma de entrega, etc.

Assim, Inovar é conseguir agregar um valor imenso ao cliente fazendo algo diferente do que se conhecia até o momento.

Ok. Estamos alinhados quanto a o que é inovação. Podemos prosseguir...

 O problema do Mercado de Consultoria Financeira

Toda solução resolve um problema. (ohh)

Se inovação é agregar valor e para agregar valor você precisa resolver um problema, logo inovação também é resolver um problema.

Então, para entender como conseguimos inovar no mercado de consultoria precisamos entender o problema que existe no mercado de consultoria.

Na verdade, este problema é o mesmo problema da grande maioria dos prestadores de serviços.

Pensa comigo:

O trabalho do consultor é resolver um determinado problema do cliente. Seja na área financeira, em vendas, em marketing, logística, enfim.

O consultor utiliza seu conhecimento para ajudar o cliente a resolver o problema de forma mais rápida e efetiva do que o cliente faria sozinho.

Assim, o consultor, como quase todos os outros prestadores de serviços, depende de sua hora de trabalho para atender seus clientes.

Logo, se eu, como consultor, vendo minha hora, eu tenho uma capacidade máxima de clientes para atender.

 

Fazendo conta de padeiro*:

Se eu tenho 160 horas de trabalho no mês.

E se para cada cliente eu gasto 30h por mês.

Então, na melhor das hipóteses eu poderia atender 5 clientes por mês.

Certo?

--

*Estas contas de padeiro geralmente têm erros graves que podem prejudicar muito sua empresa. Aqui é meramente para simplificar o exemplo

--

Se eu quiser atender mais clientes, de duas uma:

- Ou eu contrato alguém para fazer esse atendimento.

- Ou eu diminuo o número de horas que eu dedico para cada cliente.

 

A primeira solução incorre num aumento de custos. Logo, você precisa garantir um número mínimo de clientes para fazer valer a pena a contratação.

Sem falar no risco de mais cedo ou mais tarde o colaborador ir embora e você ter que se virar nos 30 para atender todos os clientes.

 

Assim, há vários anos nosso principal desafio foi:

Como aumentar significativamente a escala de nossos serviços sem precisar recorrer a mais e mais colaboradores?

 

Desde sempre tentamos melhorar nossas metodologias e processos.

E durante muito tempo isso deu certo. Ano após ano conseguíamos atender mais clientes de consultoria com, basicamente, a mesma estrutura.

Porém, chegou um momento que os processos e métodos da consultoria já estavam muito otimizados. Já não enxergávamos maneiras de aumentar nossa capacidade de atender clientes sem perder qualidade.

E aí novamente o desafio voltava:

Como aumentar significativamente a escala de nossos serviços sem precisar recorrer a mais e mais colaboradores?

Uma breve viagem à Índia para buscar inspiração

Certa vez ouvi uma frase que dizia mais ou menos o seguinte: “para todo e qualquer problema que você está tentando resolver, existe alguma pessoa que dedicou centenas, talvez milhares de horas para chegar na solução”.

Quer dizer que preciso dedicar centenas de horas também?! Óbvio que não! Quer dizer que você deve procurar quem já resolveu o mesmo problema que você está enfrentando.

E a inspiração para nossa inovação veio de bem longe.

Da Índia.

Lá existe um Hospital de Olhos chamado Aravind.

Este hospital se tornou o maior e mais produtivo hospital de olhos do mundo.

Sabe como eles conseguiram isso?

Inspirando-se no McDonalds!

 

Veja o que o fundador do Hospital diz:

“O conceito do McDonalds é simples. Eles treinam pessoas do mundo inteiro, independentemente das diversas religiões, culturas, etc. para produzirem o mesmo produto e o fornecerem da mesma forma em centenas de lugares”

Nosso amigo indiano (o nome dele é impronunciável) queria criar uma clínica de cuidados oftalmológicos com as mesma eficiência do McDonalds.

 

E eles conseguiram.

Eles criaram um processo onde eles conseguem fazer 10 vezes mais cirurgias oculares do que a média dos outros hospitais.

Para se ter noção do nível de produtividade, o cirurgião, que é o sujeito com a mais alta capacidade (e salário), quando termina uma cirurgia, ele se vira para o lado e imediatamente já tem outro paciente esperando para iniciar o procedimento.

Todo o processo de preparação do paciente, atendimento, conversa com a família, “despreparação” do paciente, etc. não é feito por aquele cirurgião.

 

Eu já conhecia este case há vários anos. Mas o clique veio no final de 2013, quando assisti a palestra de um dos maiores consultores de inovação do mundo (outro indiano de nome muito doido), na qual ele contou mais detalhadamente sobre o caso do Hospital Aravind.

Ao final da palestra, eu estava com raiva.

Muita raiva.

Mas era uma raiva boa. Uma raiva de não ter enxergado isso antes.

 

Naquele momento, o Hospital de Olhos clareou minha visão (ahn, ahn, sacou, sacou?) e me fez perceber o que precisávamos para transformar nossa empresa e transformar o modelo tradicional de consultoria.

 

Saí da palestra pensando:

“Se eles conseguem remodelar o processo do hospital para se tornar 10x mais produtivo, como nós, como uma empresa de consultoria, não poderemos fazer o mesmo?

 

A partir dali eu e o Aleks, meu sócio, começamos a quebrar a cabeça para aumentar a produtividade da consultoria, aumentar a escala e, quem sabe, até reduzir o preço!

 

Polinização de Ideias

Um pequeno parênteses para falar sobre o processo de inovação.

Em um livro chamado “As 10 faces da inovação”, Tom Kelley, sócio da Ideo, uma das principais empresas de design e inovação do mundo, fala sobre 10 perfis de inovador. Não necessariamente pessoas que naturalmente tem esse perfil, mas ele diz para você se colocar (quase como um ator) nestes perfis.

Uma das faces é a do Polinizador.

O Polinizador tem a capacidade de adaptar ideias de outros setores para dentro de sua própria empresa. Ou seja, ele enxerga algo que, aparentemente, não tem nada a ver com o seu negócio, mas percebe como trazer o mesmo princípio para inovar em seu setor.

E a palestra do consultor de inovação que eu assisti era sobre inovação na saúde. E a maioria das pessoas com quem conversei depois, assistiu a palestra como uma palestra de inovação na saúde.

Já eu não. Felizmente eu consegui polinizar o conteúdo. Cada aspecto que ele explicava, eu conseguia trazer para dentro do negócio da 4blue.

Do mesmo jeito que eu polinizei a palestra sobre o Hospital, espero que você esteja polinizando este artigo para seu negócio 

Fecha parênteses...

Inovando no mercado de Consultoria Financeira

Como eu falei, o consultor é um profissional que, basicamente, resolve problemas.  Vê uma situação e pensa numa solução.

A maioria das consultorias (financeiras ou não) tem um  certo grau de personalização do trabalho, pois cada empresa é uma empresa.

Porém, a consultoria financeira tem uma “mágica”.

O processo financeiro de qualquer empresa é basicamente igual. Seja da Microsoft do Bill Gates ou da Padaria do seu Joaquim.

É entrada e saída de dinheiro. Lucro. Controle. Análise.

Assim, o consultor financeiro se torna mais importante nos detalhes, para tirar dúvidas, fazer correções, ajudar as análises, etc. etc.

 

Aí começamos a pensar: temos um método de consultoria que estrutura a gestão financeira em 35 dias.

Assim, por ser um MÉTODO, todas as reuniões basicamente são iguais. A primeira, a segunda, a terceira e assim por diante. Os temas tratados na primeira reunião com o Sr. João, são os mesmos temas da primeira reunião com a Sra. Marina. Mesmo que os negócios sejam muito diferentes.

Logo, se todas as reuniões são basicamente iguais, por que não ser literalmente iguais?

Por que não transformar estas consultorias em vídeo-reuniões? Que dispensam a presença do consultor (presencialmente ou por Skype) e falam exatamente aquilo que o consultor iria falar.

E se o cliente tiver dúvida, ele entra em contato com o consultor.

 

E foi isso que fizemos. A partir daí surgiu o Iluminismo Financeiro.

Uma consultoria baseada em vídeo-reuniões, em que o cliente segue a metodologia normal da consultoria, mas ao invés de estar presencialmente em cada reunião com o consultor, ele assiste uma vídeo-reunião.

Ao invés de eu, como consultor, ter que gastar 3h para 3 clientes diferentes, já não preciso mais dispender esse tempo todo.

Consigo ensinar aquilo que o cliente precisa saber e passar as atividades que ele deve executar por meio do vídeo.

E todos os detalhes, dúvidas, adaptações inerentes ao processo de consultoria aí sim entra o consultor – como o cirurgião que entra apenas no momento mais necessário do processo.

 

Nós conseguimos repensar e automatizar o máximo possível o processo de consultoria.

 

Resultado: conseguimos ter mais clientes, impactar mais pessoas, ajudar mais empresas e, ainda, reduzir consideravelmente o preço para o cliente.

 

O Iluminismo tem o mesmo prazo que nossa consultoria “tradicional” – 1 mês de estruturação + 2 meses de acompanhamento

Tem os mesmos resultados previstos.

Tem o mesmo nível de personalização das soluções.

Porém, ele tem um preço muito mais em conta. Tão em conta que é 31% mais barato que nossa consultoria de 2009, quando abrimos nossa empresa.

E funciona mesmo?

Toda inovação sempre gera medo no início.

Será que funciona? Poder ser um golpe? Será que serve para mim?

Sim, funciona mesmo. Desde o início de 2014 estamos atendendo clientes nesse novo método.

Não, não é um golpe >,<

E provavelmente funciona para sua empresa. Já atendemos, pelo Iluminismo, comércio de roupas, e-commerce, artesanato, empresa de corrida (!), advocacia, enfim... um monte de empresa completamente diferente.

 

Olha o que a Meeg falou depois de duas semanas que começou a consultoria do Iluminismo Financeiro:

A Márcia, depois da primeira semana já estava gostando também.

Mas e a personalização da consultoria?? Consultoria é um processo específico para cada caso!!

É verdade... uma boa consultoria é personalizada.

Mas o ponto da nossa consultoria financeira é: a personalização não acontece na reunião em si, mas sim entre as reuniões. Quando o cliente tira as dúvidas, quando precisa de uma planilha mais adaptada para seu negócio, enfim...

Nós padronizamos simplesmente aquilo que poderia ser padronizado.

Lembre: inovação é gerar valor para o cliente + fazer algo diferente

 

Enfim, eis aqui nosso caso de sucesso com inovação. Foi assim que criamos um processo de consultoria mais barato que nossa consultoria de sete anos atrás. =]

Hora do Merchan

Aproveitando que você já está aqui...^^

Se você tem uma empresa de pequeno porte e quer, definitivamente estruturar as finanças do negócio, em breve abriremos algumas vagas desta consultoria para nossa lista de espera.

 

O Iluminismo Financeiro tem como propósito estruturar a rotina financeira para oferecer melhores informações de forma mais prática e rápida!

E ainda analisar os números para ajudar no crescimento da sua empresa!

 

Com esta consultoria financeira, você vai:

  • “tomar as rédeas” do negócio – assumir pleno controle de suas decisões e acabar com os “achismos”
  • ter pleno controle sobre todas as entradas e saídas de dinheiro – centavo por centavo
  • tornar o processo financeiro mais eficiente e prático – ter mais tempo para as operações da empresa
  • fazer um Fluxo de Caixa Perfeito – pronto automaticamente para ser analisado mês a mês
  • enxergar com mais clreza as necessidades de metas de faturamento e também metas de custos
  • analisar os números para tomar melhores decisões (Ponto de Equilíbrio, Fluxo de Caixa, etc.)
  • ter sua empresa mais lucrativa!

 

Para fazer parte do Iluminismo Financeiro, clique aqui!

Espero que tenha gostado deste estudo de caso sobre inovação.

Grande abraços e até a próxima!

Compartilhe: 
Escrito por
Equipe 4blue
Posts relacionados:

Seu email vale ouro!

Coloque seu e-mail aqui pra aprender de graça a lucrar como louco!
Vamos nos conectar?
Newsletter
Deixe seu e-mail aqui e comece a receber dicas e novidades exclusivas!
© 2022 4blue | Desenvolvido por Freshlab Agência Digital.
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram