Precificação - O guia Completo!

Sumário
Compartilhe
24 de junho de 2022

_

Fator determinante para o seu negócio, fazer a precificação correta dos seus produtos ou serviço é essencial e, além disso, serve de termômetro para utilizar estratégias de vendas.

Precificação - Guia Completo!

Embora seja algo superficial, podemos dizer que empreender é o ato de ter/oferecer algo que alguém queira comprar. Só assim uma empresa vai sobreviver! 

E quando falamos em comprar, logo pensamos no preço.

E este é um dos principais fatores que vão determinar se sua empresa vai conseguir ter sucesso ou não. Se vai sobreviver por anos ou se vai falir rapidamente.

Afinal, a precificação errada é o atestado de falência do seu negócio.

Não importa se você vende milhões de reais, mas se o seu preço foi feito de forma equivocada, já era. 

Seu negócio pode até suportar por um tempo, mas uma hora não tem mais como segurar.

Por isso, fique com a gente nesse post para aprender como fazer a precificação correta e entender qual a importância do preço no seu negócio!

Sua empresa é um barco

Para exemplificar de uma maneira mais fantasiosa e para você imaginar o que pode acontecer com sua empresa a longo prazo, imagine um barco.

Sim, um barco! Ele é sua empresa.

E existem barcos de todos os jeitos. Alguns são à vela, outros têm motor, alguns barcos são de madeira e outros de fibra de vidro. Não importa se a tecnologia é mais avançada ou não. 

Queremos mostrar que funciona para todo tipo de empresa.

Agora pense que o dinheiro é o ar e os compromissos financeiros da sua empresa são as águas de um oceano.

Todo barco precisa do ar, certo? Para que flutue, ele precisa estar cheio de ar!

Mas e se tiver um furo? 

Pode ser aquele bem minúsculo, e é exatamente esse que você não enxerga. Com o tempo, ele vai encher de água e afundar. Então, Sua empresa faliu!

Essa metáfora pode ser usada para falar de diversos erros na gestão financeira, inclusive a precificação.

Você coloca o preço errado, que não cobre todos os custos e então vai chegar uma hora em que não conseguirá mais se recuperar.

Por isso, entenda a importância da boa precificação.

Precificação e Lucratividade 

A precificação vai muito além de focar em ter um preço justo ou o que vai tornar sua empresa competitiva. 

Ela mostra quais são os produtos que trazem uma melhor Margem de Contribuição, ou seja, trazem mais lucros.

E se você acha que todos os seus produtos trazem o mesmo percentual de lucro, isso está muito errado. 

Precificar não é pegar o valor original e multiplicar por 2. Existe uma matemática por trás disso. Uma matemática simples, mas não dá pra sair chutando preço. E ter esses cálculos em mãos facilita muito sua vida como empreendedor.

Porque quando você sabe o preço certo de cada produto/serviço e a Margem de Contribuição deles, você tem a possibilidade de traçar estratégias de vendas (como a criação de combos ou estratégias de ancoragem, por exemplo)

Se você não sabe o que são esses termos, entre nesse link - dicionário do empreendedor!

O que preciso incluir no preço

Para fazer uma precificação perfeita para os seus produtos ou serviços, é preciso contemplar alguns itens para que você não fique no prejuízo depois.. São eles:

1- Imposto Sagrado

Esse é o custo mais básico de todos e não tem como fugir. Procure saber qual é a sua alíquota e tire a porcentagem do valor total.

Obs: Consulte seu contador para saber se você está pagando a menor taxa possível dentro da legalidade.

2 - Comissão

Você paga comissão aos seus vendedores?

Se sim, quanto é? Adicione esse valor também.

3 - Custo do serviço ou preço de custo do produto

Se você vende algo, quanto custou esse produto? Mas se você oferece algum serviço, esse cálculo pode ser um pouco mais complexo.

Para isso, você terá que analisar quanto tempo vai levar para executar o serviço proposto e incluir gastos como transporte, materiais, fornecedores, mão de obra terceirizada e etc. Tudo que você vai gastar para a execução.

4 - Despesas Fixas

Aqui é a chave onde muitos empresários erram!

Faça a conta de quanto é a despesa fixa do seu negócio (aluguel, água, luz, internet, salários e etc..)

Tenha esse valor em mãos e dissolva ele na sua capacidade produtiva ou projeção de vendas. 

Quando não colocamos as despesas fixas temos a falsa sensação de lucrar muito com algo, mas depois vai faltar dinheiro para pagar as contas mais básicas.

5 - AGORA SIM, O LUCRO!

Depois de tirar todos esses gastos, você vai ver se sobrou o lucro que você esperava.

Quando falamos em prestadores de serviço essa margem fica em torno de 20 a 30%. Comércio trabalha na casa dos 10 a 20% e indústrias de 7 a 12%.

Lembre-se que essa porcentagem é apenas o esperado, pode ser que você tenha muito mais ou menos, e isso vai depender da sua estrutura e ramo de serviço.

Mas atenção: se o seu indicador mostrar menos que isso, procure como corrigir!

Categorias de precificação

Existem 4 categorias para você entender a performance dos seus produtos ou serviços. Para isso é necessários que sejam divididos em: verde, amarelo, laranja e vermelho.

  • Precificação Linha Verde 

São aqueles que, com o preço de venda, você cobre todos os seus custos e ainda gera o lucro que deseja. Esse é o ideal para todo o negócio. Tudo está indo perfeitamente.

São aqueles produtos que vão te dar a margem de lucro desejada. E quem dera todos os produtos fossem linha verde.

  • Precificação Linha Amarela

São aqueles produtos que pagam todos os custos, mas a lucratividade fica abaixo do valor que você determinou, mas ainda assim não estão fora da lucratividade mínima.

  • Precificação Linha Laranja

São aqueles produtos / serviços que te ajudam a pagar os custos da empresa, mas ele não gera lucro. (Aqui seu alerta já tem que estar ligado).

Significa que eles cobrem impostos proporcionais, os custos proporcionais, os gastos fixos proporcionais dessa venda, mas, no final das contas, é como se esse produto desse prejuízo. 

Em outras palavras, se você só vendesse produtos linha laranja, e vendesse MUITO, ainda assim, você teria prejuízo no final do mês. 

  • Precificação Linha Vermelha

São aqueles produtos / serviços que geram uma margem de contribuição negativa. 

São aqueles que geram um lucro bruto negativo: se eu vendo por R$ 10,00, quando eu tiro os impostos, comissão do vendedor, a taxa do cartão, fornecedores, matéria-prima,e etc… no fim, fico no negativo. 

É aquele que, literalmente, te dá prejuízo.  Produtos de Linha vermelha PRECISAM SER ELIMINADOS do seu escopo ou ter seu preço reajustado urgentemente.

Tags: 
Compartilhe: 
Escrito por
4blue
Posts relacionados:

Seu email vale ouro!

Coloque seu e-mail aqui pra aprender de graça a lucrar como louco!
Vamos nos conectar?
Newsletter
Deixe seu e-mail aqui e comece a receber dicas e novidades exclusivas!
© 2022 4blue | Desenvolvido por Fresh Lab Agência de Marketing Digital
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram