“Será que minha empresa dá lucro?”

Essa é uma das perguntas mais frequentes que recebemos, principalmente no caso de empresas que estão em situação de dívidas.

 

O instrumento essencial que você vai usar para descobrir esse número é o RELATÓRIO DE FLUXO DE CAIXA, mas não aquele relatório que você vê basicamente entradas x saídas.

 

ALERTA FOFURA: ao final desse post, deixaremos aqui um link para você baixar nossa planilha que oferece opções mais avançadas para você fazer seu fluxo de caixa corretamente 😘😍

 

Não significa que precisa ser complexo, mas é preciso ter claramente à sua frente informações que irão possibilitar o cálculo da lucratividade da sua empresa.

 

E essas informações fundamentais é o que iremos mostrar agora.

 

Para ilustrar como é feita essa conta, vamos imaginar, por exemplo, que você venda impressoras.

 

E que a média de preço das suas impressoras é de R$ 599,00

 

Esse valor de entrada será lançado no campo RECEITA na sua planilha do fluxo de caixa. É o primeiro preenchimento que deve ser feito.

 

Maaaaas...  desses 599 reais serão retirados alguns valores.

Se o cliente realizou o pagamento para você em cartão, desconte o valor da taxa que o cartão come…

 

Retire também uma parte foi para o Imposto sob a Nota Fiscal (é a parte que mais dói, a gente sabe);

 

Para vender a impressora, você teve que comprar (ou produzir). Então, uma boa parcela foi para os fornecedores…

 

Também é preciso tirar o frete e outros custos que foram necessários para fazer essa impressora chegar até o ponto de venda.

 

UFA!

 

Todos esses custos que nós tiramos nessa primeira etapa fazem parte do CUSTO VARIÁVEL. Eles estão diretamente atrelados à sua receita. Quanto mais você vende, mais custo variável você tem.

 

E entender essa dinâmica é fundamental para seu negócio.

 

A partir daqui temos o primeiro conceito a ser traçado:

 

RECEITA - CUSTO VARIÁVEL = MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO (ou lucro bruto)

 

Entendido?

 

Mas não acaba por aqui.

 

Você também terá outros custos para retirar dessa venda:

- Tarifa bancária

- Tarifas do contador

- Aluguel

- Condomínio

- Salário da equipe

- Salário dos sócios

E mais uma série de valores classificados como DESPESAS FIXAS. Essas são despesas que, faça chuva ou faça sol, você terá que arcar.

 

 

Água e energia elétrica, por exemplo, são despesas fixas mesmo que os valores sejam diferentes por mês. Porque não importa se você vender ou não, essas despesas serão cobradas de você, mesmo que o mínimo.

 

Os gastos fixos não estão necessariamente atrelados às suas vendas.

 

Percebe que, com esses dados, estamos montando um relatório estrutural da sua empresa?

 

A próxima conta que precisamos fazer então é:

 

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO - DESPESAS FIXAS = LOAI

 

LOAI significa LUCRO OPERACIONAL ANTES DOS INVESTIMENTOS

 

E isso é o Arroz com Feijão do seu negócio.

 

Isso quer dizer que se você recebeu dinheiro, pagou os custos variáveis, pagou os custos fixos e acabou o dinheiro antes do LOAI… SEU NEGÓCIO ESTÁ RUIM. 😢

 

Ele precisa se positivo na maior parte do tempo.

 

Agora… Se você conseguiu fazer sobrar um dinheirinho nessa terceira fase, é hora de calcular os números que farão sua empresa crescer…

 

Marketing, Estrutura física, mobiliário, reformas, computadores, máquinas, consultoria, treinamentos e quaisquer outros investimentos.

 

Esses investimentos são gastos que você faz pretendendo ter um retorno a curto, médio e longo prazo.

 

Então, recapitulando tudo que calculamos até aqui:

 

RECEITA - CUSTO VARIÁVEL = MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO (ou lucro bruto)

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO - DESPESAS FIXAS = LOAI

 

E agora temos a seguinte conta:

 

LOAI - INVESTIMENTOS = LUCRO OPERACIONAL

 

O que significa Lucro Operacional?

Isso é o que indica se a sua operação dá lucro ou não.

 

É o resultado final do que entrou na sua estrutura por causa do seu operacional e que sobrou depois de você pagar seus custos fixos e variáveis e ainda investir no crescimento da empresa.

 

Além desses dados, no seu fluxo de caixa precisam constar outros 2 tipos de lançamento que eventualmente sua empresa venha a ter e são classificadas como entrada ou saída NÃO OPERACIONAL)

 

Entrada não operacional são, por exemplo, capitações de empréstimo (não podem ser colocadas como receita porque essa entrada de dinheiro não dependeu do desempenho da operação da sua empresa)

 

Saída não operacional são, por exemplo, o pagamento de empréstimos, distribuição de lucros, pagamento de juros e qualquer outra saída que não dependeu do desempenho da operação da sua empresa.

 

Ao final de tudo, o resultado final do seu fluxo será o chamado RESULTADO LÍQUIDO.

 

Onde está a chave de ouro da análise do fluxo de caixa?

 

Uma situação que vemos acontecer é quando a empresa está 100% até a hora do LOAI, porém o empresário joga muito dinheiro na parte do Investimento.

 

Ou seja, todo o dinheiro que sobra ele investe. Além de não sobrar nada para as próximas etapas, não dava retorno.

 

Com isso, o Lucro Operacional fica negativo.

 

Em outros casos, o Lucro Operacional é positivo, mas as saídas Não Operacionais são muito grandes e o resultado líquido fica negativo.

 

O cenário ideal é fazer seu contas chegarem no Lucro Líquido com sobra.

 

Quanto? Depende do seu tipo de negócio. A 4blue como prestadora de serviço tem uma média de Lucro Líquido de 30% ao mês.

 

Mas nós só conseguimos chegar nesses resultados porque trabalhamos bem cada uma das etapas dos cálculos.

 

Veja cada etapa como pontos de melhoria que sua empresa pode ter.

Essa é a vantagem de ter uma estrutura detalhada como a que criamos na 4blue para fazer o controle de fluxo de caixa: você vê claramente os indicadores que precisam melhorar para chegar ao lucro máximo que sua empresa pode gerar.

 

Apenas trabalhar com DESPESA X RECEITA = SALDO não dá uma noção exata do que precisa ser mudado, concorda?

 

Então, bora pra action...

 

AQUI ESTÁ A PLANILHA ESTRUTURADA PARA ANÁLISE DE FLUXO DE CAIXA.

Faça esse preenchimento detalhado e Bons Lucros!

 

 

Está pensando em contratar uma consultoria financeira para sua empresa? Neste artigo iremos lhe mostrar o que é, como funciona e o que você deve esperar de uma consultoria financeira empresarial!

Vamos que vamos!

O que é uma Consultoria Financeira Empresarial?

A empresa de consultoria, ou o consultor, basicamente tem como objetivo resolver um determinado problema.

Em geral, o consultor é um ente externo ao negócio que faz um diagnóstico da situação, analisa como resolver e auxilia na implementação. Isto vale para qualquer tipo de consultoria, seja financeira, ou em marketing ou em processos, etc.

Assim, a consultoria é um atalho para resolver um problema de forma mais rápida e prática.

E numa consultoria financeira, em especial, o que é feito?

Sem dúvida alguma, a área financeira é o Calcanhar de Aquiles da maioria dos negócios. Não à toa a 4blue se especializou em gestão financeira para pequenas empresas.

A área financeira de qualquer negócio tem três grandes problemas:

Com isso, o serviço de consultoria financeira empresarial deve ter como objetivo melhorar a estrutura e gestão financeira do negócio, de forma que todo e qualquer transação esteja devidamente contabilizada e que o empresário saiba analisar as informações para tomar melhores decisões. Tomar melhores decisões é o mesmo que dizer: mais lucro no bolso.

Os tipos mais comuns de serviços que uma consultoria financeira para empresas irá prestar são:


 

A 4blue é especialista em gestão financeira para pequenas empresas.

Para fazer parte do Iluminismo Financeiro, a nossa consultoria,  acesse esse link que vamos entrar em contato com você:

 QUERO FAZER PARTE DO ILUMINISMO! 


Quais os resultados você deve esperar de uma Consultoria Financeira?

Na 4blue, sempre ressaltamos que a Gestão Financeira empresarial é “meramente” um meio para aumentar os lucros do negócio.

Quando sua empresa tem uma boa gestão algumas coisas passam a acontecer, mais ou menos nessa ordem:

  1.  Você, como empresário, passa a contabilizar da forma correta todo centavo que entra e todo centavo que sai da sua empresa.
    (Muitas vezes a empresa até tem o controle financeiro, mas não está 100% certo. Neste artigo escrevemos 5 sinais de que você acha que tem um bom controle financeiro quando na realidade não tem)
  2.  Com o tempo, o processo financeiro fica tão redondo e automático que o empresário pode facilmente colocar um funcionário para cuidar dos controles enquanto o empreendedor dedica este tempo a outras atividades. Isto significa que o dono do negócio pode se dedicar a atividades que tragam um retorno financeiro direto para o a empresa.
  3.  Ao ter o controle de cada centavo, o empresário adquire o poder de analisar corretamente as
    informações
    . Consegue saber informações básicas, tais como se está tendo lucro ou não, mas também análises mais detalhadas, tais como, as despesas que estão impactando mais o fluxo de caixa ou então analisar o impacto de uma redução de custos em sua lucratividade.
  4.  Ao saber analisar os números e adquirir este hábito, o empresário passa a tomar melhores decisões. Melhores decisões, no fim das contas, significarão mais lucro para o negócio.
  5. Por outro lado, ao ter clareza dos números, o empreendedor não se sentirá no escuro, como antes. Não terá mais aquela sensação de “estar pisando em ovos”, ou de simplesmente não saber o porquê de as coisas não estarem tão bem. A partir daqui o empreendedor terá clareza de o que e porque está acontecendo no negócio.
  6.  Quando você sai desta escuridão, a sua saúde mental, o seu foco e a sua produtividade aumentam.
  7.  Logo, no final das contas uma boa consultoria financeira empresarial tem como objetivo de (1) Aumentar os lucros do negócio e fazer com que ele tenha mais chances de ser muito bem sucedido; e (2) Preservar a saúde física e emocional dos donos da empresa.


Se você deseja atingir todos os resultado acima, conheça o Iluminismo Financeiro. Nós queremos ser vistos como um divisor de águas para o seu negócio e tudo o que fazemos, fazemos para que você nos enxergue assim!

Para fazer parte do Iluminismo Financeiro, a nossa consultoria,  acesse esse link que vamos entrar em contato com você:

 QUERO FAZER PARTE DO ILUMINISMO!


Como funciona?

O Iluminismo não é um curso. 

O Iluminismo Financeiro é uma Consultoria. Durante todo o processo você tem o suporte direto de um consultor, tendo acesso ao e-mail, skype e whatsapp dele.

A diferença para as Consultorias tradicionais é que o Iluminismo é focado na execução para garantir uma rápida reestruturação da sua empresa.

Assim, você terá acesso a algumas vídeo-reuniões que irão lhe ajudar a organizar o financeiro do seu negócio.

O que são estas vídeo-reuniões? 

São vídeos gravados que lhe mostrarão exatamente o passo a passo do que você deve fazer. Chamamos de reunião justamente para fazer a alusão a uma reunião de consultoria, onde o consultor lhe explica os conceitos e lhe diz exatamente o que deve ser feito.

A ideia é:

Assim, se você seguir o cronograma sugerido (o que é plenamente possível), você terá seu financeiro estruturado em apenas 6 semanas!

Após este período, o seu foco será manter a rotina financeira que foi apreendida e analisar os números para melhorar o desempenho do seu negócio.

Nosso objetivo é que você aumente pelo menos 50% do seu Lucro Operacional após seis meses. Esse já seria um número muito relevante, não é mesmo?

Mas ele é bem conservador porque o resultado dos nossos clientes é bem maior que isso.

ATIVIDADES DO CLIENTE E DO CONSULTOR

Em toda consultoria haverá algumas atividades que dependem do consultor e outras que dependem do cliente. Provavelmente não existe consultoria em que o consultor resolva tudo sem a participação do empresário (ou do responsável pela área).

Na consultoria financeira da 4blue, por exemplo, o consultor é responsável por ensinar o cliente os princípios e práticas financeiras, por criar e adaptar as ferramentas necessárias, por conferir e auditar que tudo esteja certinho.

Enquanto isso, o cliente precisa fazer o controle financeiro conforme instruído e, em nosso caso, assistir algumas vídeo-aulas que explicam conceitos importantes (nem toda empresa de consultoria terá esta prática de adicionar vídeo-aulas ao processo).

O ponto chave aqui é: a consultoria não é uma caixinha mágica que deixa tudo pronto sozinho. Você vai precisar botar a mão na massa!

PRESENCIAL VERSUS ONLINE

Nos últimos anos tornou-se mais comum empresas de consultoria atenderem a outras regiões por meio da internet.

Aí vem aquela boa dúvida: será que uma consultoria online funciona?

Nós entendemos que alguns tipos de consultoria, idealmente, devem  acontecer de forma presencial. Porém, em outros tipos de consultoria é perfeitamente factível fazer de forma virtual.

Consultorias em processos, logística e em gestão de pessoas, por exemplo, são muito melhores quando acontecem presencialmente. Nestes casos é importante o consultor sentir o ambiente da empresa, conversar com as pessoas, ver o que está acontecendo e assim por diante.

Por outro lado, consultorias de marketing digital e consultorias financeiras, por exemplo, podem acontecer perfeitamente de forma online. Nestas consultorias não há tanta necessidade de se enxergar o ambiente de trabalho, conversar com funcionários ou coisas do tipo. Reuniões por Skype atendem perfeitamente na maioria dos casos.

A própria 4blue, desde 2012 atende empresas de todo país – inclusive já atendemos até um brasileiro que mora no Japão!

Pelo fato de a área financeira seguir um método muito claro (e que é comum à maioria das empresas), fica fácil prestar consultorias online sem perder a qualidade.

Assim, se você quer uma consultoria financeira empresarial, você não precisa se prender apenas às opções existentes na sua cidade!

PREÇOS

Aqui, sem dúvida, é onde as maiores distorções acontecem. Em todo tipo de prestação de serviço existe uma elasticidade de preços muito grande, ou seja, para o “mesmo serviço” há grandes variações no valor.

Um exemplo de outra área: há algum tempo fizemos alguns orçamentos para desenvolver um sistema interno da 4blue. Os orçamentos que recebemos iam de 7 mil reais até 49 mil!!!! É um mundo de diferença para, teoricamente, o mesmo serviço.

Mas uma coisa é certa: o serviço de consultoria é um serviço especializado, logo não sairá a preço de banana. A 4blue é especialista em finanças para pequenas empresas, logo, todo nosso modelo de negócios é voltado para empresas de pequeno porte (micro, pequeno e até médio porte).


Agora que você já entende um pouco mais sobre o mundo das empresas de consultoria, convido você a entrar em contato com a 4blue.

Sobre a 4blue!

Somos apaixonados por finanças e por pequenas e médias empresas. 

Já atendemos mais de 3.000 clientes no Iluminismo Financeiro e mais de 20.000 clientes em cursos e treinamentos. 

Estimamos que mais de 1 milhão de empreendedores já foram impactados por nossos conteúdos.

A missão da 4blue resume muito bem o nosso propósito: Fazer pequenas empresas se tornarem grandes. Por trás da 4blue, existe um time de empreendedores que é apaixonado pelo que faz e não mede esforços para continuar levando cada vez mais conhecimento de qualidade para quem precisa. 

E essa paixão contagia também nossos clientes e alunos. Se você tem um pequeno negócio, trabalha muito e não vê a cor do dinheiro, nós queremos e podemos te ajudar a ter uma empresa lucrativa e voltar a amar seu negócio. Vem com a gente!

CLIQUE AQUI PARA FAZER PARTE DO ILUMINISMO FINANCEIRO

 

Vamos nos conectar?
Newsletter
Deixe seu e-mail aqui e comece a receber dicas e novidades exclusivas!
© 2022 4blue | Desenvolvido por Fresh Lab Agência de Marketing Digital
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram