Um trend muito forte da atualidade é sobre como trabalhar com a sua paixão, como encontrar sua missão etc…

Difícil alguém do empreendedorismo, assim como nós, não ter pensado e estudado muito isso.

Sendo realista, dificilmente todo mundo vai poder viver do que ama de fato, mas pode sim contribuir com coisas à margem da sua paixão:

 

Vamos imaginar no caso do futebol:

Nesse segmento, existe:

-> Comissão técnica de times
-> Juízes
-> Federações de Futebol
-> Preparadores Físicos
-> Dirigentes

Provavelmente, todos esses seriam muito felizes (e ricos) se fossem jogadores, mas eles também pode ser felizes nessas outras posições.

 

No mundo do empreendedorismo há uma crença que só quem estiver alinhado com a sua paixão conseguirá atingir grandes feitos na vida e ter realização profissional gerando impacto no mundo.

Isso seria o equivalente a ser jogador profissional de futebol. Mas...

 

E quando a pessoa não sabe a paixão?

E quando a pessoa tem duas ou mais paixões e não sabe qual seguir?

E quando a pessoa tem uma paixão, mas quando começa a dedicar o dia todo para isso perde a graça?

E quando a pessoa simplesmente tem ambições menores?

 

Se você não sabe sua paixão, procure-a e assim torne-se um empreendedor de sucesso com realização profissional, eles dizem.

Se já sabe a sua paixão, empreenda.

Bom… Assim como no futebol, nem todos vão jogar na linha de frente e nem serão empreendedores - alguns serão colaboradores.

Pensando matematicamente, esta crença da missão/paixão tem o potencial de gerar muitas pessoas infelizes em seus trabalhos.

E essas pessoas são a maioria.

 

Será que a maioria das pessoas não terá satisfação profissional?

Brienne de Tarth (da série Game of Thrones) me gerou um insight que gostaria de compartilhar sobre as pessoas com menos ambições e/ou com várias paixõezinhas no lugar de uma paixãozona.

Brienne é uma cavaleira Para ela, satisfação profissional é seguir um líder em quem ela acredita.

 

Spoiler Alert

Cena em que Brienne jura Lealdade a Catelyn Stark:

[video_player type="youtube" style="4" dimensions="560x315" width="560" height="315" align="center" margin_top="0" margin_bottom="20" ipad_color="black"]aHR0cHM6Ly95b3V0dS5iZS9FbDRXRTVQQUZHcz90PTUwcw==[/video_player]

Durante a série, ela jurou lealdade para Renly Baratheon e depois para Catelyn Stark.
Mesmo depois da morte de seus mestres, ela manteve os juramentos até completar suas missões.


“Brienne:

- Eu serei seu escudo...
Eu darei minha vida pela sua se necessário.
Eu juro pelos deuses antigos e também pelos novos.

Catelyn Stark:
- Você sempre terá um espaço em minha mesa
E eu nunca pedirei algo que a desonre
Eu juro pelos deuses antigos e também pelos novos.”

Enquanto o lorde cuidasse do cavaleiro, o cavaleiro estaria pronto para dar a vida pelo lorde.


E isso foi capaz de gerar satisfação na vida dos cavaleiros e os recursos que os lordes queriam para buscar seus objetivos.


Hoje, o falso glamour do empreendedorismo faz com que todos queiram ser lordes.

Até mesmo aqueles que tem um talento excepcional para cavaleiro, criando uma profunda insatisfação.

Hoje, as disputas são travadas com informação, não espadas, e por isso os cavaleiros têm mais condições de entender se o Lorde realmente sempre terá um espaço na mesa disponível, como foi jurado.

 

E, da mesma forma que um técnico de futebol que se importa mais com os fãs do que com os atletas nunca vai vencer um campeonato, os lordes de hoje falham em cuidar dos seus cavaleiros focando conquistas de curto prazo.

O único jeito de transformar um reinado em uma dinastia é estar cercado de cavaleiros e aliados em que se possa confiar totalmente.

Empresas contratam consultorias para fazer pesquisas de clima organizacional e medir a felicidade de seus funcionários, isso é tão efetivo quanto um pai pedir para o vizinho mandar um email para o seu filho dizendo:

“Você é parte importante da sua família, seu pai pediu para eu ver com você o que ele pode fazer para você ser mais feliz”

 

A pesquisa de clima organizacional foi contratada porque ouviu-se dizer que funcionários felizes geram mais lucro, não porque o Diretor se importa com a felicidade do Gerente, que se importa com a felicidade do supervisor, que se importa com a felicidade do funcionário.

 

Dessa forma, dificilmente ela vai realmente tornar os funcionários mais felizes de forma perene.

 

Quando alguém realmente se importa, vem falar pessoal e diretamente com você.

 

(Nada contra o lucro, muito pelo contrário.

Somente um manifesto a favor de empresas feitas de pessoas, para pessoas.)

 

Um excelente cavaleiro precisa de três coisas:

-> Treinamento para o Campo de Batalha:

-> Experiência no Campo de Batalha:

-> Um lorde que cumpra seu juramento ao cavaleiro:

 

Eu fui treinado pelos melhores espadachins do meu reino.

Eu tive experiências no campo de batalha cedo.

E em alguns períodos da minha vida, já estive disposto a dar a minha vida pela vida do meu lorde... até que..

 

Quero contar um Conto de um Reino não tão distante...


Era uma vez o Lorde das Batatas de um reino da qual eu fui convidado a participar.

Ele dizia que sua missão era plantar as melhores batatas do mundo para que as pessoas se deliciarem.

 

Eu pessoalmente não tenho uma missão, mas a missão do lorde das batatas era nobre e eu me sentiria completo em ajudá-lo com os tubérculos.

O tempo passou e no dia-a-dia o Lorde das Batatas nunca me ofereceu uma mísera batata…

Nem cozida, nem frita, nem purê, nem recheada.

Nem para mim, nem para outros cavaleiros do reino das batatas.

Ele parecia cuidar muito de seus clientes... ops, dos seus súditos... eu adorava isso nele;

Mas depois de um tempo, comecei a perceber que ele na verdade não se importava com o súdito em si, e sim que fizesse de tudo para que ele voltasse a comprar mais batata.

 

Eu - ou outro cavaleiro qualquer - não tenho vontade nenhuma de dar minha vida por alguém que não cumpre a missão que clama ter.

Eu não tenho nada contra lucrar, mas se for para ganhar dinheiro com batatas, eu mesmo planto e vendo.

 

Por que vou me esforçar para desenvolver a melhor batata só para enriquecer outra pessoa que não admiro e que não vai nem me oferecer umas batatas?

 

O QUERO DIZER COM ISSO?

 

O Google prega inovação.

Lá existe a política dos 20%:

20% do tempo os funcionários do Google podem trabalhar no que acreditam que vai melhorar o Google e, se eles tiverem sucesso em suas criações, serão remunerados de acordo.

 

A grande maioria dos funcionários do Google não inventa coisas novas nesse tempo…

Eles são cavaleiros, não são lordes.

Mas o simples fato de isso existir, diz para esses cavaleiros:

“Na mesa do Lorde Google, sempre haverá um espaço para vocês”

 

É isso que um cavaleiro precisa para dar a vida pelo seu Lorde.

Google não foi o primeiro mecanismo de busca que a internet, viu?!
Mas o Lorde Sergey Brinn e o Lorde Larry Page criaram um ambiente onde seus cavaleiros puderam ser melhor que todos os outros reinados de Buscadores, mesmo na desvantagem.

Esse é um dos motivos do Reinado do Google ser uma Dinastia.

O que você tem oferecido (e cumprido) para gerar um sentimento de lealdade nos cavaleiros do seu reino?

 

Martin Stachera - Equipe 4blue

castelo_da_disneyEntre professores, consultores, experts, chatos e entendidos de gestão sempre fala-se muito da criação da missão organizacional.

Uma grande partes das pequenas empresa não tem a Missão, mas uma boa parte já criou. Dentro do primeiro grupo que não tem, muitos não criaram porque simplesmente não veem sentido. No segundo grupo, que criou, muitos colocam no site ou quem sabe na parede, mas não sabe o que fazer com isso.

E aí vem a questão:

Para que WTF diabos serve a Missão da empresa?!!?!

Para contextualizar...

A Missão da empresa é uma frase que resume o propósito da empresa, ou seja, o grande por quê de ela existir.

Exemplo: a missão da KaminskiAvalca é “Fazer pequenas empresas se tornarem grandes!”. Este é o nosso grande objetivo. É por isso que trabalhamos.

Missão organizacional na prática

Okei, mas e daí?!

A missão não é apenas para ser uma frase a ser colocada no site ou na parede da empresa. A missão é algo que vai alinhar toda a equipe do porquê vocês estão trabalhando. E mais que isso, vai servir de argumento de venda para seus clientes também.

Ao meu ver, a missão tem três funções centrais:

  1. Alinhar toda a equipe do porque fazemos o que fazemos (este porquê pode parecer óbvio, mas pode apostar que não é!)

  2. Motivar os melhores funcionários a trabalharem com você

  3. Motivar os clientes a comprarem de você

Para que tudo isso aconteça, uma coisa é essencial: a Missão da empresa ser inspiradora!

É muito comum vermos missões com três, quatro, cinco linhas explicando o que a empresa faz, como, por que, para quem, onde, etc. etc. Não está errado, mas ela simplesmente não fica inspiradora.

Serei egocêntrico e pegarei o exemplo da própria KaminskiAvalca

Fazer pequenas empresas se tornarem grandes

Não estou dizendo o que ou como eu faço. Estou dizendo o porquê. Poderia ser uma empresa de software ou de marketing.

O ponto é: com esta missão eu faço claro para todos da empresa qual o grande propósito de nosso trabalho, consigo motivar meus funcionários (porque é muito legal trabalhar numa empresa que quer fazer as outras crescerem) e, ainda, uso isso para vender para os clientes (afinal, quem não quer que sua empresa cresça?).

Portanto, se você tem uma missão que está guardada na gaveta ou não tem missão alguma, repense imediatamente isso.

A missão é uma ferramenta mais poderosa do que pode parecer!

Ainda em tempo, já que falamos de Missão, nós estamos com um curso Intensivo de Estratégia. São 3 aulas gratuitas além de alguns conteúdos extras sobre estratégia. Se inscreve aí para receber os materiais!

Botão de se inscrever grátis

Gostou? Compartilha aí!

Compartilhe conteúdo relevante também, não apenas vídeo de cachorrinhos =p

startup-lab3

Por Renan Kaminski Damasceno

(Adora de paixão dar aulas, palestras, fazer consultoria e jogar video game)

 

Vamos nos conectar?
Newsletter
Deixe seu e-mail aqui e comece a receber dicas e novidades exclusivas!
© 2022 4blue | Desenvolvido por Fresh Lab Agência de Marketing Digital
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram