Você nunca teve e jamais terá 100% de lucro

Sumário
Compartilhe
31 de março de 2014

_

Preste atenção: você nunca e eu digo nunca vai ter 100% de lucro. Isto simplesmente não existe. Nem 100, nem 200 nem 300% de lucro.

Esta é uma grande falácia que faz os empresários se perderem nas contas.

Em uma rápida pesquisa na internet, achei alguns trechos citando estes 100% de lucro (alguns deles em sites grandes e de negócios):

“Sorvete dá um bom lucro: 100%, considerando só o gasto com matéria prima.” “...chegava a lucrar até 100% com o comércio dos produtos ilegais.” “Um chinelo simples feito na máquina de chinelos, pode gerar um lucro de 100%, mas um chinelo estampado deixa 200% de lucro.”

 

Vamos pegar o exemplo do chinelo acima. Você tem um custo com os materiais de R$ 15,00. Se você vender por R$ 30,00 teve lucro de 100% e se vender por R$ 45,00, lucro de 200%. Certo?!

Errado! Veja um exemplo abaixo (na última coluna, considere que a empresa vendeu mil unidades):

Unid.

Venda

        30,00

  30.000,00

Materiais

        15,00

  15.000,00

Impostos e comissões

          3,00

    3.000,00

Ganho do produto

        12,00

  12.000,00

Ganho percentual do produto

40,0%

Despesas Fixas

     9.000,00

Lucro

 

     3.000,00

Percentual de lucro

10,0%

E aí, onde está o lucro de 100%?

 O formato acima segue a estrutura base um Fluxo de Caixa perfeito. Acesse nosso artigo "Fluxo de Caixa para pequenas empresas: o guia definitivo!"

Qual a forma correta de pensamento?

São duas coisas que você deve considerar:

 

1 – Estes "100% de lucro" que você ganha sobre o produto são a Taxa de Marcação (ou markup). Ou seja, quanto você está colocando acima do seu custo do produto / serviço para gerar lucro, pagar impostos, comissões e pagar as contas fixas (os detalhes deste assunto são tema para outro artigo).

 

2 – Podemos considerar que a empresa tem “dois lucros”. O primeiro é o lucro sobre o produto (sem considerar as contas fixas) e o segundo é o lucro líquido final. No exemplo anterior, no ganho sobre os produtos, houve um lucro de 40%. Isso significa que para cada produto vendido, eu ganhei 40% do valor da venda.

Mas o que realmente importa é o lucro final, que no exemplo acima é de apenas 10%. Ou seja, de tudo que eu vendi, sobrou efetivamente apenas 10%.

Lucro é aquele dinheiro que, de fato, sobra em relação às vendas. Isto é, todas as entradas menos todas as saídas. Se sobra, é lucro. Se falta, é prejuízo.

(temos um artigo super completo sobre Lucro e Lucratividade. Confere aqui!)

 

Por isso o lucro de 100% é uma grande falácia. É um pensamento errado que, infelizmente, é reforçado pelas mídias (mídias especializadas também) e por muitos consultores por aí.

 

Mas qual a real diferença de tudo isso?

Esta forma correta de pensamento não é simples academicismo. Diga para si mesmo as duas frases a seguir:

“Tenho lucro de 100% sobre os produtos”

“Tenho lucro de 40% sobre os produtos”

 

Qual deles lhe dá uma sensação melhor? O primeiro, claro. Mas qual dá uma grande ilusão de ganho? O primeiro também!

Então, além de inúmeros fatos de cálculos financeiros (não entraremos aqui nos detalhes), esta ilusão dos 100% de lucro lhe faz pensar que está gerando um ganho que na prática não é real!

Qual o seu lucro mesmo?

Gostou do post? Compartilha aí!

Gostou do post? Compartilha aí!

Renan Kaminski Damasceno

Compartilhe: 
Escrito por
4blue
Posts relacionados:

Seu email vale ouro!

Coloque seu e-mail aqui pra aprender de graça a lucrar como louco!
Vamos nos conectar?
Newsletter
Deixe seu e-mail aqui e comece a receber dicas e novidades exclusivas!
© 2022 4blue | Desenvolvido por Fresh Lab Agência de Marketing Digital
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram